Development/Tutorials/Plasma/DataEngines (pt BR)

< Development‎ | Tutorials‎ | Plasma
Revision as of 17:41, 19 July 2012 by AnneW (Talk | contribs)

(diff) ← Older revision | Latest revision (diff) | Newer revision → (diff)
Jump to: navigation, search
Escrevendo uma Data Engine
Tutorial Series   Plasma Tutorial
Previous   C++, Qt, KDE4 development environment
What's Next  
Further Reading   DataEngine API, CMake Tutorials, Writing a Plasmoid (Tutorial)

Contents

Abstract

Data Engines fornecem uma interface padronizada para a visualização em diferentes data sources.

Este tutorial irá guiá-lo através da criação de um data engine simples. O exemplo que usaremos é uma versão simplificada do time data engine que vem com a instalação básica do plasma no kdebase-workspace.

O time data engine fornece a data atual e a hora para qualquer fuso horário que o sistema conheça. Ele é usado por todos os relógio plasmoids. O benefício óbvio é que não há necessidade para reimplementar a lógica para selecionar o fuso horário em casa relógio em plasmoid.

O Plasma Engine Explorer

Uma ferramenta muito útil para quem quer escrever um data engine é o Plasma Engine Explorer. Você pode usá-lo para ver como o data engine deveria funcionar em tempo de execução.

plasmaengineexplorer

Perto do topo da janela há um combobox para selecionar um data engine. Escolha o "time" engine. Agora você pode solicitar uma fonte. Experimente pedir a fonte "Local", com um intervalo de atualização de 500ms (duas vezes por segundo). Um único item, Local, devem ficar visíveis na lista de fontes. Clique no + do lado esquerdo para expandi-lo, e você deve ver a data, a hora, o fuso horário do continente e o fuso horário da cidade listada, junto com o tipo de cada um.

Plasma-engine-explorer-time.png

Selecione outros fusos horários, como "Europe / Paris" e "Ásia / Tóquio".

Depois de criar o seu data engine, lembre-se de testar usando o Plasma Engine Explorer!


O Código

O Arquivo Desktop

Cada data engine en precisa de um arquivo de descrição para dizer ao plasma como carregá-lo e o que é chamado.


plasma-engine-testtime.desktop

[Desktop Entry]
Name=Test Time Engine
Comment=A duplicate of the Time Engine
Type=Service
 
X-KDE-ServiceTypes=Plasma/DataEngine
X-KDE-Library=plasma_engine_testtime
X-Plasma-EngineName=testtime
X-KDE-PluginInfo-Author=Aaron Seigo
X-KDE-PluginInfo-Email=aseigo@kde.org
X-KDE-PluginInfo-Name=testtime
X-KDE-PluginInfo-Version=0.1
X-KDE-PluginInfo-Website=http://plasma.kde.org/
X-KDE-PluginInfo-Category=Examples
X-KDE-PluginInfo-Depends=
X-KDE-PluginInfo-License=LGPL
X-KDE-PluginInfo-EnabledByDefault=true

As partes mais importantes são:

  • os campos Name, Comment e Type, são exigidos para todos os arquivos

.desktop.

  • o campo X-KDE-ServiceTypes, que diz ao plasma que este é um data engine.
  • o campo X-KDE-Library, que diz ao plasma como carregar o data engine - neste caso carregar plasma_engine_testtime.so do plugin folder.
  • o campo X-Plasma-EngineName, que diz ao plasma o qual é o nome do plugin exportado (setado pelo K_EXPORT_PLASMA_DATAENGINE).
  • o X-KDE-PluginInfo-Name é importante para DataEngines desde o 4.2, sem isso, o plasma não vai encontrar a sua DataEngine.

O arquivo Header

testtimeengine.h

// the following header is required by the LGPL because
// we are using the actual time engine code
/*
 *   Copyright 2007 Aaron Seigo <aseigo@kde.org>
 *
 *   This program is free software; you can redistribute it and/or modify
 *   it under the terms of the GNU Library General Public License as
 *   published by the Free Software Foundation; either version 2 or
 *   (at your option) any later version.
 *
 *   This program is distributed in the hope that it will be useful,
 *   but WITHOUT ANY WARRANTY; without even the implied warranty of
 *   MERCHANTABILITY or FITNESS FOR A PARTICULAR PURPOSE.  See the
 *   GNU General Public License for more details
 *
 *   You should have received a copy of the GNU Library General Public
 *   License along with this program; if not, write to the
 *   Free Software Foundation, Inc.,
 *   51 Franklin Street, Fifth Floor, Boston, MA  02110-1301, USA.
 */
 
//um padrão de include para impedir problemas se o
// cabeçalho for incluído várias vezes
#ifndef TESTTIMEENGINE_H
#define TESTTIMEENGINE_H
 
// Precisamos do cabeçalho DataEngine, já que TestTimeEngine herda dele
#include <Plasma/DataEngine>
 
/**
 * Fornece a data e hora atual para um determinado
 * Fuso horário.
 *
 * "Local" é uma fonte especial que é um alias para o atual
 * Fuso horário.
 */
class TestTimeEngine : public Plasma::DataEngine
{
    // required since Plasma::DataEngine inherits QObject
    Q_OBJECT
 
    public:
        // cada engine precisa de um construtor com esses parâmetros
        TestTimeEngine(QObject* parent, const QVariantList& args);
 
    protected:
        // esta função virtual é chamada quando quando um novo source é requisitado
        bool sourceRequestEvent(const QString& name);
 
        // esta função virtual é chamada quando uma atualização automática
        // é disparada por um source existente (ex: quando um intervalo de //atualização é iniciado quando faz requisição a um source)
        bool updateSourceEvent(const QString& source);
};
 
#endif // TESTTIMEENGINE_H

Um arquivo header pode parecer um pouco inútil para um plugin deste tamanho, mas é um bom ter esse hábito.

Note que eu não coloco uma K_EXPORT_PLASMA_DATAENGINE no header. Quando houver apenas um arquivo .cpp no projeto, não há problema, mas plugins maiores diversos arquivos podem incluir esse header e só pode haver um K_EXPORT_PLASMA_DATAENGINE no projeto. Se K_EXPORT_PLASMA_DATAENGINE é compilado várias vezes, você obterá um erro de linker quando compilar. Observe também que o nome deveria não deveria terminar em "engine" (por exemplo, "testtimeengine"), porque o Plasma não consegue encontrar o DataEngine correto.

Main Code

testtimeengine.cpp

// the following header is required by the LGPL because
// we are using the actual time engine code
/*
 *   Copyright 2007 Aaron Seigo <aseigo@kde.org>
 *
 *   This program is free software; you can redistribute it and/or modify
 *   it under the terms of the GNU Library General Public License as
 *   published by the Free Software Foundation; either version 2 or
 *   (at your option) any later version.
 *
 *   This program is distributed in the hope that it will be useful,
 *   but WITHOUT ANY WARRANTY; without even the implied warranty of
 *   MERCHANTABILITY or FITNESS FOR A PARTICULAR PURPOSE.  See the
 *   GNU General Public License for more details
 *
 *   You should have received a copy of the GNU Library General Public
 *   License along with this program; if not, write to the
 *   Free Software Foundation, Inc.,
 *   51 Franklin Street, Fifth Floor, Boston, MA  02110-1301, USA.
 */
 
#include "testtimeengine.h"
 
#include <QDate>
#include <QTime>
 
#include <KSystemTimeZones>
#include <KDateTime>
 
#include <Plasma/DataContainer>
 
TestTimeEngine::TestTimeEngine(QObject* parent, const QVariantList& args)
    : Plasma::DataEngine(parent, args)
{
    // Ignoramos alguns argumentos - data engines não tem muito uso para eles
    Q_UNUSED(args)
 
    // Isso impede que applets usem um alto intervalo de atualização //desnecessariamente de um desnecessariamente e usando muita CPU.
    // No caso de um relógio que só tem precisão em segundos,
    // Um terço de um segundo deve ser mais do que suficiente.
    setMinimumPollingInterval(333);
}
 
bool TestTimeEngine::sourceRequestEvent(const QString &name)
{
    // Nós não temos nenhum código especial para executar a
    // Primeira vez que uum source seja solicitado, por isso, basta chamar
    // updateSourceEvent().
    return updateSourceEvent(name);
}
 
bool TestTimeEngine::updateSourceEvent(const QString &name)
{
    QString timezone;
 
    if (name == I18N_NOOP("Local")) {
        // Local é um caso especial - é só pegar a hora e data atual 
        setData(name, I18N_NOOP("Time"), QTime::currentTime());
        setData(name, I18N_NOOP("Date"), QDate::currentDate());
    } else {
        // Primeiro verifica se o fuso horario é válido
        KTimeZone newTz = KSystemTimeZones::zone(name);
        if (!newTz.isValid()) {
            return false;
        }
 
        // Pegando a data e hora
        KDateTime dt = KDateTime::currentDateTime(newTz);
        setData(name, I18N_NOOP("Time"), dt.time());
        setData(name, I18N_NOOP("Date"), dt.date());
    }
    return true;
}
 
// Isso faz a mágica que permite o Plasma carregar
// este plugin. O primeiro argumento deve corresponder 
// ao X-Plasma-EngineName in the .desktop file.
K_EXPORT_PLASMA_DATAENGINE(testtime, TestTimeEngine)
 
// Isto é necessário uma vez que é um TestTimeEngine QObject
#include "testtimeengine.moc"


Responding to Requests for Sources

O sourceRequestEvent() método é chamado pela primeira vez quando um source é carregado. Você pode usar isso para fazer qualquer processamento especial que deve ser feito pela primeira vez uma fonte é criada, mas não quando ele é atualizado posteriormente.

Se um source é criado com um intervalo de pesquisa, updateSourceEvent() será chamado a cada intervalo de tempo em que expira. Por exemplo, se um applet solicita o source "foo", com um intervalo de pesquisa de 500ms, sourceRequestEvent("foo") serão chamados, inicialmente, em seguida, meio segundo mais tarde, e a cada meio segundo depois que updateSourceEvent("foo") </ tt> for chamado.

Note, no entanto, que os applets não têm que definir um intervalo de pesquisa e podem simplesmente esperar por uma engine para passar os dados para ele.

Controlando a frequência de atualização

Há alguns métodos para controlar as atualizações. Usamos <tt>setMinimumPollingInterval(333) para evitar updateSourceEvent() a ser chamado mais de três vezes por segundo por qualquer source. Você também pode aplicar um intervalo de atualização específica para todos os sources fornecidos por esta engine com setPollingInterval(), que leva um tempo em milissegundos como seu único argumento.

Respondendo a eventos externos

Pesquisa não faz sentido para todos as engines. Alguns mecanismos, como uma engine do dispositivo, responder a eventos externos. Você pode usar setData() a qualquer momento para criar ou atualizar um source. removeData()</ tt> e <tt>removeSource() também são métodos úteis. Para os applets que quiser ser informado quando o source muda, sem usar pesquisa, use dataUpdated. Use-o chamando connectSource.


Listando potenciais sources

Applets podem solicitar uma lista das fontes disponíveis para uma engine. Por padrão, esta é apenas uma lista de todos os sources que foram criados (com setData()</ tt> ou <tt>addSource()</ tt>) até agora (e não retirados, é claro). No entanto, você pode querer procurar sources, mas na verdade não criá-los. Por exemplo, podemos procurar para cada fuso horário que o sistema conhece, mas não realmente criar e preencher os sources, já que dificilmente será usado realmente.

Isso pode ser feito reimplementando <tt>virtual QStringList sources() const e devolvendo uma lista dos nomes de todas as fontes disponíveis.

Inicialização

Se você quiser executar qualquer inicialização além de propriedades simples, como popular sources, você não pode fazê-lo no construtor, já que a data engine não foi devidamente inicializado neste momento. Em vez disso, reimplemente método virtual void init().

Por exemplo, o tasks data engine utiliza método init() para obter uma lista de todas as tarefas em execução e cria sources para cada uma delas.


Mais controle sobre os dados

O DataContainer da classe pode ser usado para dar mais controle sobre a atualização de dados se você precisar dele. Os métodos de DataEngine são DataContainer* containerForSource(const QString& source), void addSource(DataContainer* source) e SourceDict containerDict() const.

Building

O arquivo CMakeLists.txt diz ao CMake como construir o seu plugin. O arquivo seguinte vai trabalhar para este projeto:

# Um nome para o projeto
project(plasma-testtime)
 
# Encontre as Libraries requisitadas
find_package(KDE4 REQUIRED)
include(KDE4Defaults)
 
add_definitions (${QT_DEFINITIONS} ${KDE4_DEFINITIONS})
include_directories(
   ${CMAKE_SOURCE_DIR}
   ${CMAKE_BINARY_DIR}
   ${KDE4_INCLUDES}
   )
 
# Adicionamos nossos fontes aqui
set(testtime_engine_SRCS testtimeengine.cpp)
 
# Agora certifique-se de todos os arquivos estão no lugar certo
kde4_add_plugin(plasma_engine_testtime ${testtime_engine_SRCS})
target_link_libraries(plasma_engine_testtime
                      ${KDE4_KDECORE_LIBS}
                      ${KDE4_PLASMA_LIBS})
 
install(TARGETS plasma_engine_testtime
        DESTINATION ${PLUGIN_INSTALL_DIR})
 
install(FILES plasma-engine-testtime.desktop
        DESTINATION ${SERVICES_INSTALL_DIR})


Testando

Execute:

cmake -DCMAKE_BUILD_TYPE=debugfull -DCMAKE_INSTALL_PREFIX=$KDEDIR
make
make install

Substitua $KDEDIR com o diretório de instalação do KDE se $KDEDIR não está definido.

Alternativamente, você pode executar o seguinte:

cmake -DCMAKE_BUILD_TYPE=debugfull
make
cp ./lib/plasma_engine_testtime.so $KDEDIR/lib/kde4
cp ./plasma-engine-testtime.desktop $KDEDIR/share/kde4/services/

Agora execute kbuildsycoca4 para contar para as aplicações do KDE (incluindo o plasma e o plasma engine explorer) sobre o novo arquivo .desktop.

Agora você pode testá-lo, como fizemos com o time engine. Execute:

plasmaengineexplorer --engine testtime

Note que se você alterar uma data engine (ou applet), a mudança não irá registrar em todos os aplicativos em execução. Após a modificação e reinstalação de uma data engine, para fazer plasma registrar a mudança que você deve executar:

kbuildsycoca4
kquitapp plasma-desktop (or plasma-netbook, etc)
plasma-desktop

This page was last modified on 19 July 2012, at 17:41. This page has been accessed 2,293 times. Content is available under Creative Commons License SA 3.0 as well as the GNU Free Documentation License 1.2.
KDE® and the K Desktop Environment® logo are registered trademarks of KDE e.V.Legal